A bicicleta e o empoderamento feminino!
Geral

A bicicleta e o empoderamento feminino!

No dia 8 de março, é comemorado o dia Internacional da Mulher. Trata-se de um dia que representa toda a luta por questões sociais, políticas e econômicas das mulheres e para celebrar o que já foi conquistado. 

A busca por direitos é longa!

As mulheres buscam direitos iguais, empoderamento e a libertação de padrões há muito tempo. De acordo com Maggie Humm e Rebecca Walker, a história do feminismo pode ser dividida em três “ondas”. A primeira ocorreu no século XIX e início do século XX, a segunda nas décadas de 1960 e 1970 e a terceira na década de 1990 até a atualidade. Foram muitos avanços como a conquista de direitos iguais mas  falta muito. A questão da violência ainda continua forte, principalmente no Brasil. Há muito pelo o que lutar e conquistar. 

E o que as bicicletas tem a ver com essa luta?

A história das mulheres que pedalam começa nesta primeira onda, já que antes dependiam da ajuda dos homens para levá-las onde precisavam ir. Foi a partir da bicicleta que começaram a se locomover conforme sua vontade e disposição, conquistando mais liberdade. Elas passaram então, a circular mais pelos espaços públicos e a ter mais autonomia.  “Andar de bicicleta fez mais pela emancipação da mulher do que qualquer outra coisa no mundo”, dizia a feminista americana Susan Anthony, no final do século XIX. E sabe porquê? A magrela deu não só liberdade de locomoção para as mulheres mas ainda as ajudou até mesmo a mudar a maneira como se vestiam ( de vestidos grandes e pesados para vestido mais leves e calças). 

A série “Anne with an E” ilustra bem o que se passa em 1890 e mostra bastante sobre esse começo da luta pelo feminismo e a relação com a bicicleta. A personagem Miss Stacey é uma professora jovem e viúva que optou por não casar novamente. Além disso, ela usa calças, mora sozinha e anda com uma bicicleta motorizada, vemos a bicicleta aí como aliada a independência e autonomia!

Professora Miss Stacey
Professora Miss Stacey na Série “Anne with an E”

A bicicleta trouxe às mulheres liberdade de movimento e mudança na forma como elas se locomoviam, deixando um legado que se estende até os dias de hoje. A bike já está há mais de um século, no meio das lutas e conquistas de direitos, acompanhando as mulheres que batalham por uma sociedade mais justa e igualitária.

Então, vamos de e-bike?

A jornada das mulheres tende a ser dinâmica e movimentada. Muitas precisam estar em vários lugares no mesmo dia e a bicicleta ainda é um modal que pode ajudar a locomoção de uma maneira rápida, eficiente e sustentável! Além disso, elas são práticas, econômicas e garantem qualidade de vida, tempo e autonomia para se locomover quando e para onde quiser. Por isso, podem fazer diferença na vida das mulheres e ajudá-las a construir um futuro cada vez mais igualitário e livre. E você, como acha que as e-bikes impactam na sua vida?

 

Referências:

  • Vá de Bike – Emancipação Feminina [03/2013]

Artigos Relacionados