Ciclismo seguro: tudo o que você precisa para pedalar em segurança

Ciclismo seguro: tudo o que você precisa para pedalar em segurança

sexta-feira, janeiro 21, 2022

Você já notou que cada vez mais pessoas aderem as bikes como uma alternativa de locomoção, seja para ir ao trabalho ou passear em família, pedalar é uma prática simples e acessível, mas que como qualquer outra demanda alguns cuidados. 

Neste artigo, vamos te apresentar algumas dicas para você poder pedalar em segurança e aproveitar esses momentos com tudo o que merece, confira!

Faróis de iluminação da bicicleta

Quando o assunto é item de segurança nem sempre as pessoas lembram das luzes, mas acredite, esse é um acessório essencial para evitar situações de risco, além de garantir que tenha condições de pedalar de forma segura.

No trânsito, é fundamental observar tudo à sua volta, os motoristas precisam ter tempo de reação caso precisem desviar da sua bicicleta, no ambiente noturno isso é ainda mais necessário.

É recomendável fazer o uso da luz branca na parte da frente e a vermelha na parte traseira, assim, os motoristas terão condições de reconhecer qual é o sentido em que você está transitando.

Dica de ouro: a luz deve ser piscante, pois, a intensidade das lanternas de bicicleta não é suficiente para fazer manobras em segurança. A luz piscante é mais eficaz para chamar atenção do motorista.

Sinalize suas manobras

No trânsito é muito importante que os motoristas possam prever suas manobras, por isso sempre sinalize o que pretende fazer usando sinais feitos com a mão. A boa convivência no trânsito depende do respeito entre todas as partes, seja cordial.

Sempre que necessário, sinalize com a mão esquerda em 90º quando for virar à esquerda e com a mão direita quando for virar à direita. Para chamar a atenção, agitar a mão ajuda a tornar o sinal mais visível. 

Equipamentos de segurança para pedalar

Antes de sair e aproveitar os benefícios do ciclismo, é fundamental conhecer os equipamentos de segurança e a importância de utilizar cada um deles, utilizá-los no seu cotidiano.

Capacete – Esse é um equipamento indispensável e tem como função proteger os ciclistas de impactos causados por possíveis quedas durante as atividades.

Além disso, o capacete é fundamental para evitar traumas graves e lesões causadas por impactos através de acidentes com a bike; evitando escoriações e cortes na região da cabeça proporcionando mais visibilidade no trânsito.

As cores fortes e detalhes reflexivos melhoram a sua visibilidade no trânsito, então já sabe, use sempre!

Óculos – Esse é um acessório destinado a proteção da região dos olhos, também tem a função de melhorar seu campo de visão enquanto pedala.

Apesar de serem básicos, eles são importantíssimos, afinal evitam que sujeiras, insetos e outros elementos acertem seus olhos durante sua jornada, além disso, também protegem contra os raios solares UVA e UVB, que são altamente prejudiciais para a saúde dos seus olhos.

Traje adequado – Parece bobagem, mas usar uma roupa adequada faz toda diferença na sua segurança, como o uso de roupas de ciclismo com cores chamativas para que outras pessoas possam visualizar o ciclista de longe. Quanto maior a distância, menor a chance de acontecer acidentes porque ele conseguirá reduzir a velocidade e frear a tempo.

Evite ficar próximo das portas dos veículos

Quando estiver pedalando, é fundamental estar atento aos detalhes, dentre eles, é vital que você tenha cuidado com as portas dos carros parados. Muitos motoristas olham no retrovisor procurando o volume grande de um carro e acabam não vendo o ciclista chegando, principalmente à noite.

Por isso, mantenha uma distância que seja suficiente para que uma porta abrindo não te derrube. Fique a pelo menos 1 metro dos carros parados, tentando imaginar até onde iria uma porta aberta. De preferência, ocupe a faixa ao lado.

Nem sempre é possível perceber uma pessoa dentro de um carro parado, por isso não se arrisque e dê distância.

Faça vistorias na sua bicicleta e garanta mais segurança

Imagine que você esteja em um trajeto a quilômetros de casa e, de repente, sua bike tem algum problema.

Para se livrar desses apertos, faça a manutenção com frequência na bicicleta e revise todas as peças antes de sair de casa: pneus, guidão, freios e equipamentos de segurança.

Carregue sempre seus documentos

Embora essa dica pareça óbvia, muitas pessoas esquecem de levar os documentos para uma volta de bike. É fundamental tê-los sempre em mãos, caso você sofra algum acidente precisa ser identificado, por isso, tenha sempre um olhar preventivo nesse sentido. Lembre-se de que os imprevistos acontecem.

Quanto mais preparado você estiver, melhor.

Opte por ciclovias e ruas mais calmas

As ciclovias e ciclofaixas foram pensadas justamente para proporcionar um ambiente mais seguro ao ciclista, elas protegem vidas, pelo simples fato de separar os ciclistas do trânsito dos demais veículos. 

Quando estiver em cruzamentos, esquinas e conversões, redobre a atenção, pois, os motoristas nem sempre dão a preferência ao ciclista, apesar dessa ser uma boa prática. Então, fique ligado!

No Brasil, a criação de ciclovias é um feito recente, portanto, não é algo presente em todos os bairros e espaços da cidade. Pensando nisso, trouxemos mais dicas para você poder trafegar em segurança em locais onde não há ciclovia!

Evite avenidas e ruas com grande fluxo de carros

Para sua segurança, evite as vias expressas ou avenidas com grande fluxo de veículos, lembre-se também, vias com uma ou duas faixas, só em último caso. 

As avenidas com várias pistas costumam ser viáveis, mas é sempre bom optar por ruas que sigam em paralelo a elas, principalmente quando você estiver começando a se aventurar no trânsito.

Nos horários de pico, fica mais difícil trafegar nas avenidas.

Nesses momentos, há pouco espaço sobrando, o que obriga o ciclista a usar o corredor, e sempre há alguns motociclistas impacientes que agem de maneira inadequada buzinando e acelerando atrás do ciclista como se fosse ele o responsável pelo congestionamento.

Escolha bem o seu trajeto

A escolha da rota é um item importante de segurança, opte por ruas menores, em que os carros evitam por precisar parar a cada esquina em razão de lombadas, valetas ou semáforos.

Uma dica de ouro é pensar no seu trajeto a partir da ótica da bike, não pense no seu trajeto como se estivesse de carro, afinal, o que é ruim para os motoristas costuma ser bom para os ciclistas. 

Se não estiver totalmente seguro do espaço que irá percorrer, é melhor não ir, prevenção nunca é demais, quando você está inseguro tende a cometer algum erro bobo ou até perder o equilíbrio devido à tensão.

Avenidas onde o fluxo de carros segue a uma velocidade alta mesmo na pista da direita são desaconselháveis, fuja de lugares assim. Ruas menores são mais seguras e muito mais agradáveis, mesmo que com isso o percurso aumente um pouco.

Seja aonde for, a segurança vem em primeiro lugar, pedale com cuidado!

O que você achou dessa publicação?

0 / 5. 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.