Que tal colocar a manutenção da e-bike em dia? Hoje, vamos te dar algumas dicas que irão te ajudar!

Ter uma bicicleta elétrica implica, em algum momento, a ter uma preocupação com a manutenção da e-bike.

Ou será que tudo que devo fazer é sentar-me nela e pedalar?

Apesar de ter poucas diferenças de uma bicicleta comum, uma e-bike também precisa de um pouquinho de atenção.

Se você fica se perguntando sobre a manutenção da e-bike e suas implicações como fator decisivo para comprar uma, hoje vamos tirar essa preocupação de você.

Antes de falarmos essencialmente sobre a manutenção da e-bike, vamos falar sobre a manutenção preventiva.

Você já deve ter ouvido dizer que existem 2 formas de cuidar daquilo que é seu: a manutenção preventiva e a manutenção corretiva.

Elas valem para tudo: desde uma visita ao dentista, manutenção em sua casa ou apartamento e, obviamente sua bicicleta – seja ela elétrica ou não.

A primeira delas é, preventivamente, pensar em cuidar de um bem para aumentar seu estado de conservação e evitar problemas técnicos.

Assim, você leva o seu carro para trocar óleo a cada 10 mil quilômetros, visita o seu médico a cada 6 meses e, também mantém sua casa sempre funcionando direitinho.

Essa é a manutenção preventiva: ela aumenta a vida útil de um bem, para que ele dure mais, e você não precise consertá-lo.

O segundo tipo é a manutenção corretiva. O famoso quebrou, arrumou.

Seu dente quebrou? Corre pro dentista para arrumar.

A diferença simples entre essas modalidade é que a primeira existe para que você não tenha dores de cabeça com a segunda.

Assim, com manutenção preventiva, você aumenta a vida útil de seu bem para que ele não quebre com você.

Tendo isso em mente, temos algumas dicas para você fazer a manutenção da e-bike e ficar livre de problemas.

#1. Manutenção da e-bike: bateria

A bateria da bicicleta elétrica é algo muito similar à bateria do seu celular ou laptop – só que muito maior.

A bateria é feita de células. Cada uma dessas células possui cerca de 1 mil ciclos de carga. Isso significa 1 mil cargas completas e descarregadas antes que ela comece a morrer – como é o fim de toda bateria.

A bateria também tem um sistema de gerenciamento, que controla o carregamento e descarregamento das células.

Conforme cada célula é usada, a bateria começa a usar a carga da próxima célula.

Sendo assim, se você sai para dar um passeio e gasta apenas as 10 primeiras células da sua bateria e a recarrega completamente, saindo depois para um novo passeio que usa, novamente, apenas as 10 primeiras células, você não usou a sua bateria por completo.

Isso significa que as células restantes ainda estão novas e você não usou nenhum de seus 1 mil ciclos de carga.

A recomendação para tirar o máximo proveito possível da sua bateria é sempre carregar a bateria após cada viagem, mantendo as células, o máximo possível novas e sem uso.

Isso vai garantir que você tenha sempre uma vida longa e feliz com a bateria da sua e-bike.

#2. Manutenção da e-bike: movimento central

Uma bicicleta elétrica também é uma bicicleta e deve ser mantida como uma bicicleta normal, nesse sentido.

O movimento central (que comanda o câmbio, a pedileva, corrente e etc.) precisa ser mantido lubrificado e limpo, para que sempre funcione corretamente.

#3. Manutenção da e-bike: pneus

Se os pneus não estiverem totalmente cheios, a bicicleta não irá funcionar tão bem (ou rapidamente) e você precisará gastar mais energia (humana ou elétrica) para se movimentar.

Certifique-se sempre de que os pneus estejam calibrados com a pressão correta, e que estejam em boas condições.

O pneu desgastado pode reduzir a tração e causar danos. Além disso, você deve trocar seus pneus a, aproximadamente, cada 3,5 mil quilômetros percorridos.

#4. Manutenção da e-bike: freios

Seus freios podem ser a parte mais importante da sua e-bike. Eles são necessários para sua segurança e você confia neles para desacelerar e parar.

Não os negligencie. Cuide deles para que eles cuidem de você. Existem diferentes tipos de freios em diferentes bicicletas que exigem uma manutenção um pouco diferente.

Freio rim

Esses são os freios de bicicletas comuns, encontrados na maioria das bicicletas. Eles funcionam quando você puxa a alavanca, que puxa um cabo, que aciona a pastilha de freio contra a borda da roda, diminuindo a velocidade.

Os itens que se desgastam nesse sistema são o cabo de freio e as pastilhas.

Com o passar do tempo, os cabos de metal podem se esticar, levando a uma redução da mordida ou aderência nos freios.

Além disso, eventualmente, as almofadas vão desgastar, fazendo que os freios não funcionem tão bem quanto deveriam.

É importante ajustar os freios e apertar os cabos anualmente e substituir as pastilhas sempre que necessário.

#5. Manutenção da e-bike: motor

Não abuse do motor, colocando mais peso nele do que ele pode suportar.

Além disso, certifique-se de que suas rodas estejam sempre alinhadas. Se você tiver algum problema com o alinhamento pode “mastigar” a engrenagem.

Motores de acionamento intermediário

Esses são os motores mais avançados. Eles giram o seu anel de corrente, que ativa a própria corrente da bicicleta e o sistema de acionamento, para girar as rodas como quando você está pedalando.

A manutenção necessária aqui é a manutenção preventiva da transmissão, uma vez que o seu motor de transmissão está sendo utilizado por um motor que tem muito mais poder do que as pernas humanas.

Se usado incorretamente, ou não mantido, o motor pode arrancar os dentes da corrente.

Certifique-se de manter o movimento central sempre limpo e as engrenagens sintonizadas finamente.

Além disso, comece a pedalar devagar e vá aumentando o ritmo aos poucos. Um motor de acionamento intermediário gosta de girar rapidamente.

Se você não começar devagar, você vai desgastar sua bateria mais rápido do que o necessário.

Pronto para garantir uma ótima manutenção da e-bike!

Hoje, compartilhamos com você dicas simples para permitir que você faça uma excelente manutenção preventiva da sua bicicleta.

Não importa o tipo que você tenha, ou qual esteja pensando em comprar, nossas dicas irão ajudar você a aumentar a sua vida útil por muito tempo – e ficar longe de problemas.

Seguir nosso passo-a-passo vai permitir que você tenha uma vida útil muito maior, além de ter certeza de que sempre estará com sua bicicleta em dia.

Aplique essas dicas no seu dia-a-dia e fique tranquilo quanto à manutenção da e-bike.

COMPARTILHAR: