Segurança no trânsito: um dever de todos

Segurança no trânsito: um dever de todos

terça-feira, maio 10, 2022

Dirigir faz parte do dia a dia de muitas pessoas por garantir diversos benefícios, além do deslocamento oferece conforto, liberdade para ir onde quiser, conhecer lugares novos, apreciar a paisagem e estar com a família ou amigos em qualquer lugar.  

Apesar de todas as coisas boas de dirigir, ser um condutor de qualquer tipo de mobilidade (carro, moto, bicicleta, outros) exige muita responsabilidade, afinal, os acidentes de trânsito podem acontecer pela desatenção ou descuido mais simples que seja e as consequências podem ser irreversíveis. 

Maio Amarelo

O mês de maio, também conhecido como Maio Amarelo, é dedicado a conscientizar a população através de diversas campanhas sobre a segurança no trânsito. Trata-se de um movimento internacional para a educação e atenção a fim de reduzir o número de acidentes e vítimas no trânsito.

A cor amarela foi escolhida por representar “atenção” no semáforo. É neste sentido que o movimento faz o pedido de que todos se atentem pela vida. 

Acidentes de trânsito

O trânsito lidera os índices de acidentes e mortes pelo mundo, segundo relatório da ONU ocorreram 1,35 milhão de mortes nas estradas em 2018. No Brasil os números também são altos, o país ocupa a quinta posição no ranking mundial de vítimas de trânsito e mais de ⅓ das mortes são envolvendo motociclistas. 

A cidade de São Paulo é a que possui a maior frota de veículos, são 6 milhões de automóveis circulando pelas ruas e o número de acidentes também é alto, 11.647 pessoas perderam a vida no trânsito, ou seja, a cada dia, houve o falecimento de 32 pessoas em acidentes. 

Neste mês de maio a campanha do Maio Amarelo traz como tema: “Juntos salvamos vidas, veja agora os temas de anos anteriores: 

2014: Atenção pela vida

2015: Seja você a mudança 

2016:Eu sou + 1

2017: Minha escolha faz a diferença

2018: Nós somos o trânsito

2019: No trânsito, o sentido é a vida

2020: Perceba o risco, proteja a vida

2021: Respeito e responsabilidade. Pratique no trânsito

Em 2018 um levantamento feito pela Seguradora Lider, que administra o DPVAT no Brasil, mostra um comparativo entre mortes causadas por acidentes de trânsito e outras causadas pelos demais crimes violentos. Em nove estados brasileiros o trânsito provocou mais mortes do que crimes como homicídio, latrocínio e lesão corporal seguida de morte. 

Acompanhe abaixo algumas dicas para garantir a sua segurança e de todos ao seu redor:

Direção defensiva

A direção defensiva se resume em uma série de cuidados que devem ser adotados pelos motoristas a fim de alcançar um único objetivo: melhorar a segurança no trânsito e diminuir o número de acidentes ou minimizar as consequências. 

Um dos principais pontos da direção defensiva é a atenção e se baseia no princípio de que o motorista deve estar atento não só às suas ações, mas a tudo que acontece ao seu redor  a fim de prevenir situações perigosas e acidentes. 

Também fazem parte da direção defensiva a habilidade e o tempo de ação do condutor, o que só é alcançado com a prática e indica que o motorista está preparado para manobras a fim de evitar acidentes. 

Esteja atento à sinalização

Toda e qualquer sinalização foi pensada para garantir a segurança no trânsito. São elas: placas, semáforos e marcas no próprio asfalto da via servem para indicar ações permitidas, proibidas ou transmitir informações. O objetivo é sempre o mesmo: evitar acidentes. 

Parar ou fazer parada em locais adequados, respeitar o limite de velocidade, ultrapassar com segurança, dar preferência a outros, são ações que garantem a segurança de todos e devem ser cumpridas a todo momento. 

Direção e celular não combinam

O celular é uma grande distração para o motorista porque atrapalha a atenção do condutor. O aparelho deve estar guardado ou no máximo apoiado em local adequado para uso do sistema GPS, por exemplo. Nunca deve ser para acompanhar notificações ou mensagens. Algumas pessoas utilizam o celular no engarrafamento e semáforos, mas até mesmo nesses casos o uso é proibido e pode acarretar em multa de infração gravíssima. 

Segundo dados divulgados pela ABRAMET ( Associação Brasileira de Medicina de Tráfego), o celular é a principal causa de acidentes de trânsito com pessoas de 20 a 39 anos, o uso de celular enquanto na direção é responsável, em média, por 57% dos acidentes.

Pedestres, ciclistas e motociclistas

Os pedestres, ciclistas e motociclistas são os mais vulneráveis a acidentes de trânsito já que não contam com a proteção que um carro oferece ao condutor e passageiros. Por isso, quem está no veículo, deve seguir duas vezes mais atento ao seguir próximo de ciclovias,  quando estiver dividindo a pista com motociclistas e também seguir atento a movimentação dos pedestres, seja na calçada e às vezes até mesmo na rua.

Durante a semana onde o fluxo de carros é mais intenso, diversas pessoas pela cidade utilizam de transporte publico para trabalhar e por isso precisam percorrem distâncias a pé A E-Moving, por exemplo, oferece aluguel de bicicleta para empresas então em muitos casos o ciclista também pode estar utilizando daquele meio de locomoção para trabalho.

Dar a preferência para os mais vulneráveis no trânsito evita acidentes que podem ter consequências graves.

Se beber, não dirija

Falar sobre álcool e direção parece ultrapassado, mas não é. Só em 2021 jovens de 18 a 24 anos representam 18% das vítimas fatais causadas por embriaguez no trânsito. 

O álcool causa efeitos no organismo que atrapalham a percepção e os reflexos, e são eles fundamentais para a segurança no trânsito, por isso o consumo é proibido para quem vai dirigir. 

No passado, o Código de Trânsito Brasileiro já permitia o consumo de pequenas quantidades de bebida por motoristas fazendo o controle na concentração de álcool no sangue. A lei se tornou mais rígida com o passar dos tempos e atualmente não existe nenhuma tolerância para a ingestão de bebidas alcoólicas.

Dados divulgados pelo programa Respeito a Vida, da Secretaria de Governo do Estado de São Paulo, indicam que a taxa geral de mortalidade no trânsito no estado é de 3%. Dirigir sob efeito de álcool aumenta a chance de morte em mais três vezes.

O papel do motorista é fundamental para melhorar a segurança no trânsito e para garantir um trajeto seguro, todo cuidado é pouco.

E-Moving e segurança no trânsito 

A E-Moving atua no segmento de aluguel de bicicleta para empresas com o objetivo de sanar diversos problemas de mobilidade, sustentabilidade, rapidez, economia e outros. Também tem participação ativa na educação e segurança dos ciclistas, recomendando o uso de equipamentos adequados e equipando as bicicletas elétricas para evitar ao máximo qualquer tipo de acidente ao usuário da e-bike. 

Baixe nosso e-book de segurança no link a seguir: https://e-moving.com.br/maio-amarelo-2022/

Visite o site da E-Moving e conheça mais sobre o aluguel de bicicleta elétrica para empresas. 

O que você achou dessa publicação?

5 / 5. 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.